1ª Lição de Crase

Há lugares em que não ocorre a crase.  Reconhecê-los é lição primordial.

Clique aqui =>  1ª Lição de Crase

Anúncios

  1. #1 por JACIARA em 3 de fevereiro de 2016 - 13:02

    Professor, sou aluna do Damásio, pode me ajudar com essa questão de crase da Cespe:

    Sem prejuízo para a correção gramatical do texto, o sinal indicativo de crase poderia ser eliminado em ambas as ocorrências no trecho “voltados à recuperação e à reinserção social”

    Alguns comentários dizem que está certo, outros que está errado.

    Obrigada

    Curtir

    • #2 por Joao Bolognesi em 4 de março de 2016 - 19:45

      Jaciara, bom dia,

      aproveito uma mensagem recém-enviada a uma colega sobre a mesma questão.
      Trata-se de uma questão rara, mas com história no mundo do concurso público.

      O pressuposto é: a presença do artigo determina o substantivo; sua ausência, indetermina, indefine.

      Frase original: “voltados à recuperação e à reinserção”
      à =
      preposição + artigo
      1- “voltados” exige preposição A, voltados A algo.
      2- recuperação e reinserção, no texto, vêm com artigo

      Frase modificada: “voltados a recuperação e a reinserção”
      a = só preposição
      1- “voltados” exige preposição A, voltados A algo.
      2- recuperação e reinserção, na modificação, vêm sem artigo

      A retirada do artigo significa uma indeterminação, uma indefinição, algo possível e correto no Português.
      Há grande mudança de sentido, mas note que a questão nada diz sobre isso, só fala sobre a correção gramatical.

      Há poucas questões como esta na história dos concursos, mas de tempo em tempo ela parece.
      Envolve conhecimento de preposição, artigo, regência e paralelismo entre os termos correlacionados.

      Reveja o problema e, havendo dúvida, faça contato.

      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  2. #3 por Cristiane em 5 de fevereiro de 2016 - 00:19

    Oiii Professor!!! Bem melhor memorizar o conteudo com esse material. Obrigada

    Gostaria de saber se tem as respostas da lição/questões de Crase.

    Curtir

  3. #5 por Cristiane em 5 de fevereiro de 2016 - 02:23

    Professor, teremos exercícios de regencia nominal e verbal?

    Curtir

    • #6 por Joao Bolognesi em 4 de março de 2016 - 19:12

      Cristiane,
      estou montando, mas não deixe de reconhecer que a regência é parte de quase tudo: crase, pronome, voz passiva…

      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  4. #7 por MARCIA em 6 de fevereiro de 2016 - 19:44

    muito interessante, porém não achei o gabarito de justificativa da não utilização da crase e tive dúvidas.

    Curtir

  5. #9 por diane rafaela gomes em 7 de fevereiro de 2016 - 15:19

    professor na questão 22 está errado porque mesmo depois dos ajustes “informações bancárias protegidas…” o “a” que antecede continuaria no singular, devendo ser colocada no plural?

    Curtir

    • #10 por Joao Bolognesi em 25 de fevereiro de 2016 - 20:04

      Perfeito.
      Como não se colocou o artigo “as”, não há crase.
      Mesmo com as trocas, manteve-se apenas a preposição “a”.

      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  6. #11 por diane rafaela gomes em 7 de fevereiro de 2016 - 15:30

    professor me ajude na questão 29… não entendi a primeira lacuna nem a última.
    “no que diz respeito …. taxa de inflação”
    “… encontrar um caminho mais longo para retornar …. meta do que forçar…”
    Obrigada

    Curtir

    • #12 por Joao Bolognesi em 25 de fevereiro de 2016 - 19:58

      Se no masculino fica AO, então temos À:
      “no que diz respeito à taxa / ao imposto”
      “retornar à meta / retornar ao caminho”

      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  7. #13 por Leonardo Cardoso em 16 de fevereiro de 2016 - 19:06

    Boa tarde Professor,
    Por que não há crase nas questões abaixo:
    1- como um instrumento de poder à favor dos capitais.
    2- adequadas à seu nivel de desenvolvimento.
    3- Quem visa à restringir a utilização

    Curtir

    • #14 por Joao Bolognesi em 25 de fevereiro de 2016 - 19:56

      1 – masculino / a favor /
      2 – masculino / a seu nível /
      3 – infinitivo / a restringir /

      Todos casos de área proibida.

      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  8. #15 por paulo roberto em 20 de fevereiro de 2016 - 15:26

    Professor gostaria que o senhor postasse o gabarito das questões de crase.

    Curtir

    • #16 por Joao Bolognesi em 25 de fevereiro de 2016 - 20:00

      Todas as questões envolvem áreas proibidas de crase, ou seja, a resposta às questões se encontra na parte teórica antecedente. As questões apenas exemplificam. Mesmo assim, é só dizer o número da questão e lhe enviarei a resposta.
      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  9. #17 por lenilda em 22 de fevereiro de 2016 - 13:34

    bom dia professor qual o gabarito dessas questoes de crase

    Curtir

    • #18 por Joao Bolognesi em 25 de fevereiro de 2016 - 19:55

      Todas as questões envolvem áreas proibidas de crase, ou seja, a resposta às questões se encontra na parte teórica antecedente. As questões apenas exemplificam. Mesmo assim, é só dizer o número da questão e lhe enviarei a resposta.
      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  10. #19 por Jocelia em 23 de fevereiro de 2016 - 21:06

    oi Prof.João
    A 1ª lição de crase não vem com o gabarito. Como faz para confirmar a alternativa correta?

    Curtir

    • #20 por Joao Bolognesi em 25 de fevereiro de 2016 - 20:00

      Todas as questões envolvem áreas proibidas de crase, ou seja, a resposta às questões se encontra na parte teórica antecedente. As questões apenas exemplificam. Mesmo assim, é só dizer o número da questão e lhe enviarei a resposta.
      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  11. #21 por Eduarda em 28 de fevereiro de 2016 - 18:15

    Professor coloca uma listinha de 50 questões pra gente treinar. Obrigada!!

    Curtido por 1 pessoa

    • #22 por Joao Bolognesi em 2 de março de 2016 - 17:22

      Eduarda,
      em breve a lista emergirá.
      Estou nos finalmentes.

      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  12. #23 por André Lauriano Cantao em 1 de março de 2016 - 14:11

    Tudo Bem Profº João!
    É obrigatório o uso da crase antes de horas?
    Ex: Cheguei em casa as duas horas da tarde.
    Ex: Cheguei em casa as 02:00 horas da tarde.
    Ex: Minha mãe irá jantar a uma hora da manhã.
    Ex: Minha mãe irá jantar a 1 hora da manhã.

    Curtido por 1 pessoa

    • #24 por Joao Bolognesi em 2 de março de 2016 - 17:21

      Sim. Quando as horas formam as locuções femininas e, em geral, funcionam como advérbio de tempo, crase obrigatória.

      Cheguei em casa às 2 horas da tarde.
      Minha mãe irá jantar à 1 hora da manhã.
      Ele estará aqui à meia-noite.

      Para ampliar a confiança, pense que, se couber a troca por “ao meio-dia”, haverá crase.

      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  13. #25 por Edgard Aparecido Mamede em 19 de junho de 2016 - 14:01

    Em relação ás questões de crase porque não usar crase antes das seguintes palavras?
    CHORAR,CADA,RESTRINGIR,TODA
    OBRIGADO MAIS UMA VEZ

    Curtir

    • #26 por Joao Bolognesi em 20 de junho de 2016 - 01:20

      Edgard, crase é a junção de artigo definido feminino A + preposição A.
      Em todas as situações citadas, não se usa artigo feminino e, por isso, não ocorre crase, não ocorre a junção.

      Abraços.

      Curtir

  14. #27 por Edgard Aparecido Mamede em 21 de junho de 2016 - 00:07

    Professor Boa noite

    Na frase “‘ANTES DE SER ENTREGUE A POPULACAO ‘´ O USO DA CRASE PODE SE DAR PELO METODO DA TROCA (PARA A ) ,ESTARIA ERRADO EM CONSIDERAR POPULACAO COMO UM SUBSTANTIVO FEMININO E POR ESSA RAZAO O ARTIGO QUE ANTECEDE POPULACAO VIR COM CRASE
    MAIS UMA VEZ MUITO OBRIGADO

    Curtir

    • #28 por Joao Bolognesi em 21 de junho de 2016 - 14:08

      A troca é fundamental para confirmar a crase:
      “entregue à população”
      “entregue para a população”
      A razão é “entregue” exigir preposição e “população”, substantivo feminino, vir com artigo.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  15. #29 por Danilo B. Orben em 30 de agosto de 2016 - 13:44

    Bom dia professor, como vai?
    Sou aluno do Damásio de Umuarama-PR. Estou assistindo à aula sobre preposição. (espero ter usado corretamente a crase! kkkk)
    Gostaria de saber se posso usar como dica para utilizar crase, trocar o substantivo feminino por um masculino e ver se combinado AO.
    Como exemplo, poderia usar: ESTOU ASSISTINDO AO VÍDEO SOBRE PREPOSIÇÃO.Por esse motivo, a utilização de à em ESTOU ASSISTINDO À AULA SOBRE PREPOSIÇÃO estaria correto?
    Obrigado

    Curtir

    • #30 por Joao Bolognesi em 1 de setembro de 2016 - 12:21

      Danilo,
      não só pode, como deve!
      Essa troca viabiliza a conferência da simultaneidade da preposição e do artigo (falei bonito agora!).
      Portanto, AO = À.
      Falei ao menino = Falei à menina.

      Abraços,
      João Bolognesi

      Curtir

  16. #31 por Ma em 31 de outubro de 2016 - 23:11

    Professor, “ante a meta” não tem crase, mas “regular à meta” tem… Questão 29. Não entendi.

    Curtir

    • #32 por Joao Bolognesi em 4 de novembro de 2016 - 11:29

      Mayra,

      na página 5 do material:
      “Outra construção que merece atenção é a formada pelas palavras “contra”, “ante”, “mediante” e “perante”, todas elas classificadas como preposições, situação que automaticamente rejeita o uso da preposição “a” diante de tais palavras. Assim, podemos dizer que à frente de “contra”, “ante”, “mediante” e “perante”, por não haver a preposição “a”, nunca ocorrerá crase: perante a juíza, ante a dúvida, mediante a multa, contra a ideia. Deduz- se que em todas as construções só se usou o artigo definido feminino.

      No trecho seguinte, o correto é “retornar à meta”, ou seja, “retornar ao objetivo”.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  17. #33 por Deborah em 1 de novembro de 2016 - 12:23

    Professor, bom dia! Estou com dificuldade de analisar a seguinte questão:
    1) Quanto à necessidade do uso do sinal de crase, a frase inteiramente correta é:
    b) Já não interessa à muita gente ficar olhando a vida a partir da janela de uma casa.

    Salvo possível erro de gabarito, não vejo erro nesta frase. O verbo interessar é VTDI, solicitando preposição no complemento e o vocábulo “muita” indica intensidade e pelo que vi não pertence à área proibida da crase. Está correto o meu raciocínio ?

    A resposta correta, nesta questão é a seguinte:
    d) Das janelas assistia-se à vontade à movimentação das pessoas na rua.

    Neste item tenho dúvida sobre “à vontade”. Quem assiste, assiste algo (aqui no sentido de ver e não de auxiliar). O que se assiste ? Resposta: a movimentação. Qual pergunta eu eu devo fazer ao verbo para que a resposta seja “à vontade” ? Isso se parece mais com um advérbio de modo, , ou seja, uma forma de assistir à movimentação, não ?

    Obrigada!
    Deborah – aluna do Damásio

    Curtir

    • #34 por Joao Bolognesi em 4 de novembro de 2016 - 11:18

      Deborah,

      o vocábulo “muita”, em “muita gente”, é pronome indefinido e repele, nesse caso, a presença de artigo feminino, portanto área proibida.
      “Já não interessa a muita gente ficar olhando a vida a partir da janela de uma casa.”

      Já em “Das janelas assistia-se à vontade à movimentação das pessoas na rua.”, há dois momentos bem distintos do fenômeno crase:

      1- “assistia-se…à movimentação”
      O verbo “assistir” (com o sentido de “ver”) é VTI, exige a preposição A.
      Para tais verbos, procure pelo material: https://joaobolognesi.com/2016/02/06/15-regencias-importantissimas/

      2- “à vontade” é uma locução feminina, situação em que o uso da preposição já ocorre na própria locução, sem que uma palavra antecedente a exija. Outros exemplos de locução:
      Ele está à disposição de nós.
      Ele está à direita do portão.
      Ele está à frente da casa.
      Ele está à beira do lago.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  18. #35 por José Luiz Amaral em 23 de fevereiro de 2017 - 14:50

    Caro Mestre João, sou aluno do Damásio e tenho uma dúvida na questão 29 da 1 lição de crase.
    Apresenta-se como alternativa correta a letra A. No entanto, grafada na alternativa A, o último “a” está com sinal grave (à), o famoso a craseado, preenchendo a frase: “… um caminho mais longo para retomar _à_ meta do que forçar….”.

    Penso que retomar a meta não leva crase. Retomar – VTD – Retomar o objetivo, retomar o intento…

    Estou certo?

    Curtir

    • #36 por Joao Bolognesi em 24 de fevereiro de 2017 - 13:33

      José Luiz,
      também já cometi a mesma falha que você cometeu. Como se verá, o problema não é de crase, e sim de vista, e nele me incluo kkkk

      Perceba que as letras estão meio apertadas e temos a impressão de que ali está “retomar”, porém o que temos é “retoRnar”:
      “retornar à meta”
      = “retornar ao objetivo”

      Já fiz isso também! kkkk

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

      • #37 por José Luiz Amaral em 24 de fevereiro de 2017 - 13:53

        kkkk. Desculpe nossa falha mestre. Iniciei agora no Damásio e estou muito empolgado e feliz com o curso e, principalmente, com os professores. Pessoas como o senhor/, excelentes pessoas e mestres….. muito obrigado. Estou ansioso pelas próximas aulas…..

        Curtido por 1 pessoa

  19. #38 por valmir junior em 8 de março de 2017 - 23:14

    Prof. boa noite, sai da aula com algumas dúvidas hoje sobre crase, segue abaixo alguns casos.

    “São formas de consultar à população”.
    ( prof. consultar é um verbo q rege preposição? porque as duas formas são bastante iguais). Ex: quem consulta, consulta — algo / quem consulta, consulta –a — algo. Ou consultar ao indivíduo / consultar o indivíduo.
    Eu vi essa oração com crase e fiquei com dúvida pois acho que não deve ter acento grave.

    A mesma dúvida se dá na frase “Ela declara quem venceu à eleição” ( também vi está oração e achei errado o emprego do acento grave, porque acredito que o verbo “VENCER” seja VTD).

    Essas frases têm o acento grave?

    Curtir

    • #39 por Joao Bolognesi em 16 de março de 2017 - 16:14

      Valmir,
      você achou estranho e com muita razão.
      Os verbos consultar e vencer são VTDs, não exigem preposição.
      “consultar a população”
      “venceu a eleição”
      Em ambos os casos, só se usa o artigo.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  20. #40 por JHENIFER BARBOZA em 9 de março de 2017 - 21:53

    Professor João, boa noite.
    Fiquei com dúvida na questão resolvida nº 28 do material:

    28) (ESAF) “Dado esse passo, está aberto o caminho para a plena participação, pois o indivíduo
    conscientizado não fica indiferente e não desanima perante os obstáculos.”

    Preserva-se a coerência dos argumentos, bem como a correção gramatical do texto, ao substituir
    “perante os” tanto por “ante os” quanto por “ante aos”. (errado)

    Por que está errada essa alternativa?
    “perante os”, “ante os” e “ante aos” não teriam o mesmo sentido na oração?

    Obrigada

    Jhenifer Barboza

    Curtir

    • #41 por Joao Bolognesi em 16 de março de 2017 - 15:55

      Jhenifer,
      as palavras ante, perante, mediante e contra nunca exigem a preposição A, portanto o uso de “ante aos” é errado.
      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  21. #42 por matheusstefanello em 28 de março de 2017 - 19:28

    Boa tarde professor,
    Gostaria de um comentário a respeito da questão abaixo:

    17. Considerando as informações contidas no texto acima, julgue o seguinte item: “E a ressonância magnética pode mostrar quais regiões reagem a estímulos…” Em “reagem a estímulos” não ocorreu crase, pois não se usou o artigo.
    gabarito: certo.

    No meu entender eu marquei como errada, pois mesmo que houvesse utilização do artigo, não levaria acentuação aguda, pois iria formar “aos”.
    O correto seria que não houve acentuação de crase porque a palavra é masculina?

    questão 17 do simulado do damasio.

    Curtir

    • #43 por Joao Bolognesi em 13 de abril de 2017 - 21:13

      Matheus,

      você falou tudo e ainda assino embaixo!!
      Houve falha no gabarito e a resposta é “Item errado”.

      Quando começamos a corrigir a questão, o professor, a banca, opa, estamos no caminho certo!
      Rsrsrs
      Parabéns

      Curtir

  22. #44 por André da Rocha Silva em 17 de junho de 2017 - 12:26

    Olá professor, bom dia!
    Na frase “O aluno acertou a questão”. Estou na dúvida se uso ou não a crase, pois não estou conseguindo identificar claramente se é VTD ou VTI. Quem acerta, acerta algo ou a algo? Qual a dica neste caso? Abraços e agradeço desde já!

    Curtir

    • #45 por Joao Bolognesi em 18 de junho de 2017 - 22:32

      André, troque pelo masculino e teremos: “O aluno acertou o exercício”.
      O verbo não exige preposição A, ele é VTD acertar algo.
      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  23. #46 por Gabriela Aguair em 28 de junho de 2017 - 18:51

    Boa tarde professor, gostaria de saber a razão de não colocar crase nas seguintes frases:
    16) (FCC) Quando à cada nova obrigação
    19) (FCC) Apresentam-se à toda vaga oferecida

    Muito obrigada!

    Curtir

    • #47 por Joao Bolognesi em 29 de junho de 2017 - 19:54

      Gabriela,
      são lugares em que não se usa artigo feminino, portanto área proibida de crase.

      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  24. #48 por André da Rocha Silva em 6 de julho de 2017 - 12:55

    Bom dia professor! Saiu hoje no site IG a seguinte mensagem: Nick Jonas e Marquezine trocam likes e levam a internet à loucura.
    Neste caso “a internet” também teria crase? Quem leva, leva a algo, a algum lugar.
    Desde já agradeço, sou seu aluno Damásio PRF.

    Curtir

    • #49 por Joao Bolognesi em 6 de julho de 2017 - 14:20

      André,
      “leva algo [a internet = OD] a alguma coisa [à loucura = OI]”.
      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  25. #50 por Suzane em 4 de dezembro de 2017 - 22:28

    Professor, se possível, gostaria de um esclarecimento sobre a seguinte questão de concurso público, elaborada pela banca RBO, para o cargo de Procurador Municipal:

    Assinale a alternativa correta quanto ao emprego da crase:
    a) A reunião foi à portas fechadas.
    b) Andamos à esmo por horas.
    c) Ele fará um curso à distância.
    d) O piloto corria à Ayrton Senna.

    O gabarito apontou como correta a letra “d”, concordo que as demais alternativas estejam erradas, mas não entendi o acerto na mencionada assertiva, “corria à”?

    Muito obrigada!

    Curtir

    • #51 por Joao Bolognesi em 7 de dezembro de 2017 - 12:29

      Suzane,

      subentende-se a expressão “à moda de”, “à maneira de”:
      O piloto corria à (moda de) Ayrton Senna.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: