Acentuação CESPE

CESPE

50 questões =>  Acentuação Cespe

Anúncios

  1. #1 por Gabi em 2 de fevereiro de 2016 - 15:47

    Oi professor! Obrigada por contribuir! Errei 4, mas na próxima quero gabaritar!

    Curtido por 1 pessoa

  2. #2 por Sulamita Freires!! em 9 de fevereiro de 2016 - 18:24

    Boa tarde!!!
    gostei das questões de 50 errei 2 por falta de atenção. kkkkk

    Curtido por 1 pessoa

  3. #3 por edivanete em 12 de fevereiro de 2016 - 18:53

    Material muito bom, grata.

    Curtido por 1 pessoa

  4. #4 por marlene de jesus leite em 14 de fevereiro de 2016 - 02:23

    muito bom os exercícios

    Curtido por 1 pessoa

  5. #5 por Karine em 17 de fevereiro de 2016 - 12:05

    Bom dia professor,

    Poderia explicar a questão 46?

    Obrigada.

    Curtido por 1 pessoa

    • #6 por Joao Bolognesi em 25 de fevereiro de 2016 - 20:02

      Karine,
      pó e só = monossílabas tônicas (regra 4)
      céu = ditongo aberto (regra 6)

      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  6. #7 por Juliana Sampaio em 26 de fevereiro de 2016 - 11:09

    Bom dia Prof. João
    Gostei muito do seu material no blog.
    Muito Obrigada.

    Curtido por 1 pessoa

  7. #8 por Juliete Santos em 27 de fevereiro de 2016 - 00:15

    Boa noite Professor
    Poderia explicar a questão 40

    Curtido por 1 pessoa

    • #9 por Joao Bolognesi em 27 de fevereiro de 2016 - 00:45

      Juliete,
      pro-vi-dên-cias = paroxítona terminada em ditongo

      for-ta-le-cê [-lo] = oxítona terminada em E
      (tire o pronome da análise)

      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  8. #10 por gabriel em 6 de março de 2016 - 15:32

    boa noite professor , poderia me explicar a questão 5.

    Curtido por 1 pessoa

    • #11 por Joao Bolognesi em 17 de março de 2016 - 23:12

      Gabriel,
      o CESPE classifica todas como paroxítonas terminadas em ditongo. É um padrão da banca.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  9. #12 por Kilvia Barros em 19 de março de 2016 - 18:00

    Muito bom o material, prof.

    Grata.

    Curtido por 1 pessoa

    • #13 por ana carolina em 20 de julho de 2016 - 16:48

      prof, continuo com dúvida em relação a questão 5, tendência, comércio, negócios, e estratégia todas paroxítonas, certo? sérios proparoxítona?
      prof obrigada por sua disponibilidade, fiz seu curso no Damásio e amei !!!

      Curtir

      • #14 por Joao Bolognesi em 21 de julho de 2016 - 17:49

        Ana,
        são todas paroxítonas terminadas em ditongo, inclusive “sérios”.
        Há certa confusão nessas palavras, pois há outros gramáticos que aceitam duas análises. Veja meu comentário sobre isso em: https://joaobolognesi.com/2016/07/14/separacao-silabica/
        Mas, para o CESPE, a abordagem de tais palavras é sempre a mesma: paroxítona terminada em ditongo.

        Qualquer dúvida, faça contato.
        Bons estudos e boa sorte.

        Curtir

  10. #15 por Edgard Aparecido Mamede em 16 de abril de 2016 - 13:16

    Bom dia Professor
    Surgiu uma dúvida na questão 16 quanto a palavra útil
    posso considerar que a mesma se acentua pela regra 5 e não por ser uma paroxitona terminada em L
    Desde já agradeço por toda ajuda

    Curtir

    • #16 por Joao Bolognesi em 17 de abril de 2016 - 01:30

      Edgard, não é a regra 5, pois não vem antecedido de vogal.
      Trata-se de paroxítona terminada em L.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  11. #17 por Edgard em 18 de abril de 2016 - 14:17

    Na Questão 50 a palavra RELEVANCIA nao se trata de uma proparoxitona regra 1 assim como a palavra últimos
    Mais uma vez parabéns pela capacidade de ensinamento e direcionamento naquilo que é importante

    Curtido por 1 pessoa

    • #18 por Joao Bolognesi em 18 de abril de 2016 - 15:26

      Edgard,
      na teoria cabem duas formas de olhar para o mesmo fenômeno:
      – proparoxítona: re-le-vân-ci-a
      – paroxítona: re-le-vân-cia

      Apesar de teoricamente pode haver essa dupla análise, na prática o que temos é uma paroxítona terminada em ditongo, é assim que a maioria fala: relevân-cia.
      Fugindo da polêmica, o CESPE padronizou suas questões, focando esse caso como paroxítona terminada em ditongo, o que é mais coerente com a realidade.
      Há algumas questões que permitem absorver essa perspectiva da banca, o que nos dá tranquilidade.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  12. #19 por Gabriela em 21 de abril de 2016 - 18:11

    Boa tarde professor,

    Não entendi a questão 02

    Muito obrigada!!

    Curtir

    • #20 por Joao Bolognesi em 22 de abril de 2016 - 00:40

      Gabriela, trata-se da regra do “i” tônico, compondo sílaba sozinho, ou acompanhado de -s, e antecedido de uma vogal:
      país => pa-ís;
      aí => a-í.

      Curtir

      • #21 por Gabriela em 22 de abril de 2016 - 13:05

        Então AÍ não é monossílaba?

        Curtir

      • #22 por Joao Bolognesi em 22 de abril de 2016 - 23:13

        Há as regras gerais e as regras especiais. Tirando as proparoxítonas, as especiais têm preferência pelas gerais.
        A palavra “aí” é monossílaba e oxítona, mas se encaixa na regra do “i” tônico (regra especial).
        Conclua que o domínio das regras de acentuação exigem a articulação do conjunto e nesse ponto que a banca toca.

        Bons estudos e boa sorte.

        Curtir

  13. #23 por Sonia em 29 de abril de 2016 - 11:59

    Olá Professor,

    Muito bom os exercícios! Fui sua aluna no Damásio e meu desempenho em Português melhorou muito. Obrigada! Em relação a questão 27, a palavra “período” não é uma paroxítona?

    Curtido por 1 pessoa

    • #24 por Joao Bolognesi em 29 de abril de 2016 - 12:29

      Sonia,
      há palavras que ficamos entre a teoria e a prática e, infelizmente, às vezes vence a teoria.
      Falamos pe-río-do, mas passaríamos a ter uma paroxítona terminada em O, fato que proibiria a acentuação.

      Para manter a a coerência teórica, temos uma proparoxítona, apesar de não falarmos assim: pe-rí-o-do.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  14. #25 por Ivone em 18 de junho de 2016 - 14:45

    Olá professor sou aluna do Damásio gostei muito das questões, porém tenho muitas dúvidas com relação as palavras com as finalizações em ditongo, gostaria de saber se tem alguma regra que possa me ajudar, ex: tendência, plenário

    Curtir

    • #26 por Joao Bolognesi em 20 de junho de 2016 - 01:18

      Ivone, há um documento oficial, chamado nomenclatura gramatical brasileira, que prevê dupla classificação nas paroxítonas terminadas em ditongo crescente, aceitando também a análise como hiato. São corretos:
      his-tó-ria e his-tó-ri-a
      ci-ên-cia e ci-ên-ci-a

      Apesar dessa análise “oficial”, é predominante a pronúncia “ci-ên-cia”, “his-tó-ria”.
      Outro fator importante: muito raramente essa dupla análise traz conflito nas questões de crase.
      Há bancas, como o CESPE, que padronizam nas questões o uso como paroxítonas terminadas em ditongo.

      Qualquer dúvida, faça contato.
      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  15. #27 por Gilner Garcez em 20 de julho de 2016 - 15:57

    Boa tarde professor, sou aluno no Damásio no curso Carreiras Públicas. Gostaria de perguntar sobre a palavra feiura. À primeira vista, feiura me parece ser acentuado pelo Regra 5. Gravei bem os três requisitos para a Regra 5: i ou u 1) tônico, 2) sozinho na sílaba ou acompanhado de s, 3) antecedido de vogal. Podes me explicar porque feiura não é acentuada? Acredito que não tenha acento por questão de semivogal, descumprindo o requisito 3. Mas gostaria de sua explicação para eu ter certeza. Em um ditongo, a segunda vogal é sempre semivogal? Obrigado

    Curtir

    • #28 por Joao Bolognesi em 21 de julho de 2016 - 18:37

      Gilner,
      na nova ortografia, a palavra “feiura” deixou de ser acentuada.
      A regra do “i” e do “u” deixa de ser aplicada quando ocorre na penúltima sílaba e há antes um ditongo.
      Pela exigência teórica (grande) e pelo número (pequeníssimo) de palavras atingidas por esse detalhe, é uma nota de rodapé muito cara, muito custosa.
      Observe alguns exemplos: baiuca (bodega, taberna), bocaiuva (tipo de palmeira), feiura, Sauipe.
      Devido ao número reduzido de palavras, tal exclusão do acento influi muito pouco no uso prático.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  16. #29 por Amanda Dias em 5 de agosto de 2016 - 21:48

    Boa noite professor! Muito bom o material!
    Tive dúvidas em relação a questão 39.
    A questão fala que “A ocorrência de hiato justifica o emprego do acento agudo”, mas conforme a regra 5 existem outros quesitos que justificam a acentuação.
    Marquei a questão como errada pois segui o raciocínio de que não é a ocorrência de hiato, mas uma soma de fatores que justificam. Poderia explicar, por gentileza?

    Curtir

    • #30 por Joao Bolognesi em 8 de agosto de 2016 - 00:44

      Amanda,
      sua observação faz sentido, tanto que a questão não se repete na história da banca.
      O raciocínio da banca está incompleto em relação à regra como um todo, mas está coerente quando se observa a essência, pois tal regra traz o conflito entre ditongo e hiato.
      Se você entrasse com recurso e eu fosse a banca, daria ganho de causa a você, pois o hiato não é a razão suficiente para a aplicação da regra.
      Conforme resolvemos questões, aprendemos a falar a língua da banca.
      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

      • #31 por Amanda Dias em 13 de agosto de 2016 - 17:45

        Muito obrigada professor!!!

        Curtir

  17. #32 por mabely barbosa em 19 de agosto de 2016 - 15:22

    Boa tarde,
    Estou com dúvida na questão 29
    Obrigada

    Curtir

    • #33 por Joao Bolognesi em 20 de agosto de 2016 - 12:47

      Mabely,
      as palavras “in.di.ví.duos” e “pre.cá.rias” são acentuadas porque ambas são paroxítonas terminadas em ditongo.
      Alternativa, portanto, errada, pois o enunciado da questão afirma “acento gráfico com base em justificativas gramaticais diferentes“.
      Talvez a dúvida tenha surgido por não se atentar ao enunciado.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  18. #34 por Machado em 21 de setembro de 2016 - 02:09

    Olá professor, primeiramente queria agradecer pelos ensinamentos. O Sr. foi a primeira pessoa a conseguir colocar um pouco de gramática dentro dessa minha cabeça.
    Minha dúvida é a seguinte:

    40. (CESPE) As palavras “providências” e “fortalecê-los” recebem acento gráfico com base em regras gramaticais diferentes.

    Sei que “fortalecê-los” é uma paroxítona, mas qual é a justificativa de acentua-la?

    Curtir

    • #35 por Joao Bolognesi em 29 de setembro de 2016 - 19:38

      Machado, obrigado pelo elogio e espero que aprenda cada vez mais.

      A palavra “fortalecê-lo” gerou inúmeras dúvidas entre os colegas.
      O segredo é entender que temos verbo + pronome átono. Separe e analise só o verbo: fortalecê = oxítona terminada em E (regra 3).

      Abraços.

      Curtir

  19. #36 por Gabriela em 1 de novembro de 2016 - 23:14

    Oi professor,
    Não entendi a questão 06

    Obrigada

    Curtir

    • #37 por Joao Bolognesi em 4 de novembro de 2016 - 11:10

      Gabriela, para que as regras de acentuação funcionem bem, é necessário pensar as palavras com as sílabas separadas:
      . políticas = po--ti-cas => proparoxítona / regra 1
      . desperdício = des-per--cio => paroxítona terminada em ditongo / regra 2
      . carcerária = car-ce--ria => paroxítona terminada em ditongo / regra 2

      Quando temos paroxítona terminada em ditongo crescente (que é o caso de “desperdício” e “carcerária”), há certa confusão, pois se aceitam duas análises. Veja meu comentário sobre isso em: https://joaobolognesi.com/2016/07/14/separacao-silabica/
      Mas, para o CESPE, a abordagem de tais palavras é sempre a mesma: paroxítona terminada em ditongo.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  20. #38 por Vitor Hugo Testa Usi em 15 de fevereiro de 2017 - 12:35

    Professor, bom dia.
    Na questão 37 a CESPE menciona três vocábulos, “Assistência, potável, elétrica”, e fala que são acentuados de acordo coma mesma regra de acentuação gráfica.

    Minha dúvida.

    Eu acertei, pois Assistência, é uma paroxítona terminada em ditongo, potável, paroxítona terminada em “L” e elétrica é uma proparoxítona, sendo assim questão está ERRADA.

    Porém, fiquei com uma dúvida, Assistência e Potável, são paroxítonas, porém com casos diferentes, uma terminada em ditongo e outra em L. Sendo assim, se enquadram na mesma regra de acentuação ?

    A Regra é Paroxítona ou Paroxítona terminada em ditongo/”L”?

    Obrigado

    Curtir

    • #39 por Joao Bolognesi em 16 de fevereiro de 2017 - 13:40

      Vitor,

      sua dúvida tem fundamento. Principalmente quando temos paroxítonas terminadas em ditongo crescente, o que teoricamente permite duas análise corretas:
      . as-sis-tên-cia = paroxítona terminada em ditongo
      . as-sis-tên-ci-a = proparoxítona (acidental)

      Quando a banca é CESPE, já sabemos que ela abordará como paroxítona terminada em ditongo, mas com as outras bancas não temos a mesmo chance de convicção.

      Nesta questão, o erro está na palavra proparoxítona “elétrica”. O resto é acentuado pela regra da paroxítona.

      Abaixo, envio uma questão que toca no ponto que você questiona. É da Cresgranrio. Chegamos ao resultado correto, mas sem saber o que efetivamente a banca pensou.

      Abraços,
      João Bolognesi

      ————————

      Das palavras acentuadas história, camponês, construísse e impossível, quais recebem acento em razão da mesma norma ortográfica?

      a) Apenas duas, história e construísse, por serem paroxítonas terminadas em vogal.
      b) Apenas duas, construísse e impossível, por terem a mesma vogal tônica
      c) Três delas, história, construísse e impossível, por serem proparoxítonas
      d) Apenas duas, história e camponês, por serem substantivos.
      e) Nenhuma delas, pois as quatro palavras recebem acento em razão de normas ortográficas diferentes.

      ——————————-

      Alternativa correta: E

      Curtir

  21. #40 por vitor em 20 de fevereiro de 2017 - 01:34

    Obrigado.

    A regra que enquadra ditongo, é que tenho sempre dúvida, principalmente na separação.

    Mas, muito obrigado pela dica e resposta.

    Curtir

    • #41 por Joao Bolognesi em 24 de fevereiro de 2017 - 13:47

      Vitor,
      procure ter dúvida sempre com uma palavra em análise.
      Qualquer novidade, faça contato.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  22. #42 por Bárbara Borgonovi em 3 de março de 2017 - 22:47

    Professor, parabéns pelo material do blog.
    Abraço

    Curtido por 1 pessoa

  23. #43 por Edgard Aparecido Mamede em 6 de março de 2017 - 22:59

    Boa noite professor
    Ao fazer os exercicios de resoluções de Questões fiquei com uma duvida
    As palavras PAÍS E JUÍZES não sao acentuadas de acordo com a mesma regra 5
    No gabarito consta errado essa análise o Senhor poderia me esclarecer essa duvida
    Desde já agradeço

    Curtir

    • #44 por Joao Bolognesi em 16 de março de 2017 - 19:52

      Edgard,
      o enunciado diz: “Os vocábulos “juízes” e “país” são acentuados de acordo com regras de acentuação gráfica distintas“.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  24. #45 por Fran em 10 de março de 2017 - 04:29

    Olá professor, pode me explicar a questão 1?
    Por que a palavra maniqueísta é acentuada? Pensei que não era acentuada em razão da exceção da regra 5, uma vez que é antecedida de ditongo.

    Curtir

    • #46 por Joao Bolognesi em 16 de março de 2017 - 15:22

      Fran,
      boa pergunta!

      Eis a razão do lapso: vemos ditongo, mas não o ouvimos.
      Em “qu” o “u” não é pronunciado, portanto não é fonema, não é semivogal.
      A formação “qu”, quando o “u” não é pronunciado, chama-se dígrafo: duas letras, mas só um som (como em: lh, nh, rr, ss).

      Portanto:
      1- querido => /”ke”.ri.do/ o “u” não é semivogal, pois não é pronunciado, compõe dígrafo com “qu”;
      2- frequente => /fre.”kuen”.te/ o “u” é semivogal, é pronunciado, compõe ditongo com “e”.

      Conclua: ma.ni.que.ís.ta => i tònico, com S na sílaba, antecedido de vogal “e” (e não ditongo!)

      Vivendo e aprendendo: eis um dos prazeres da vida.
      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  25. #47 por Viviane Depieri em 17 de março de 2017 - 04:01

    Professor, na palavra “indústria” ocorre acento pela regra R1 ou R2?

    Curtir

  26. #49 por Maynara em 22 de março de 2017 - 00:42

    Ótimo material para fixação da matéria. Valeu Professor!

    Curtir

    • #50 por Joao Bolognesi em 23 de março de 2017 - 12:56

      É isso aí, Maynara, é praticando que a teoria passa a ter seu valor!!
      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  27. #51 por Priscilla em 24 de março de 2017 - 22:38

    boa noite professor ,sou aluna damásio e não entendi a questão 10, obrigada,aguardo.

    Curtir

    • #52 por Joao Bolognesi em 27 de março de 2017 - 01:06

      Priscilla,
      as três palavras da questão são proparoxítonas.
      Procure separar sílabas e identificar a sílaba tônica.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  28. #53 por EVERALDO RODRIGO FATORE em 5 de abril de 2017 - 01:21

    Professor João, adoro as tuas explicações e as tuas aulas de modo geral….são super descontraídas….o senhor tem uma didática fantástica….estou evoluindo muito assistindo as tuas aulas pelo Damásio….

    Curtir

    • #54 por Joao Bolognesi em 13 de abril de 2017 - 20:45

      Everaldo,

      superfeliz em poder te ajudar!
      Continua firme e logo virá teu sucesso!

      Abraços.

      Curtir

  29. #55 por 210676 em 28 de abril de 2017 - 02:04

    Oi professor tudo bem? sou sua aluna oline no Damasio

    das 50 questões de acentuação errei 7. mas revisando o material consegui ver meu erro. Mas a questão 43 não entendi porque o gabarito ta errado

    Curtir

    • #56 por Joao Bolognesi em 29 de abril de 2017 - 22:51

      Olá,
      o gabarito está errado, pois o enunciado afirmar que são de regras distintas e é o contrário: são todas da mesma regra. As palavras são todas proparoxítonas. Procure reler o enunciado.
      Abraços!

      Curtir

  30. #57 por Julia em 22 de maio de 2017 - 15:48

    Olá professor, sou sua aluna do curso online Damásio, e não
    entendi a questão 13
    obrigada, aguardo.

    Curtir

    • #58 por Joao Bolognesi em 26 de maio de 2017 - 11:44

      Julia,
      as paroxítonas terminadas em EM e ENS não são acentuadas: item, itens, ordem, ordens, jovem, jovens, nuvem, nuvens, amem, cantem…
      Já as paroxítonas terminadas em EN recebem acento: hífen, hímen, pólen, abdômen, Éden…

      O X da questão se concentra no plural das terminadas em EN, pois deixam de receber acento, uma vez que passam a ser terminadas em ENS: hifens, himens, polens, abdomens…

      Conclusão:
      Paroxítona terminada em:
      . EN – acentua-se: hífen, pólen
      . EM – não se acentua: item, nuvem
      . ENS – não se acentua: hifens, polens, itens, nuvens

      Em razão disso, a questão 13 está errada, pois “hifens” não é exceção, ela não recebe acento em nosso idioma.

      Abraços.

      Curtir

  31. #59 por CARLA CABRAL em 29 de maio de 2017 - 20:23

    Boa tarde professor. Poderia explicar a questão 40, com relação a palavra fortalecê-lo?
    E a palavra órgãos, qual a sua classificação?
    Grata.

    Curtir

    • #60 por Joao Bolognesi em 2 de junho de 2017 - 17:41

      Carla,

      esta questão foi recordista em dúvida, devido à novidade para muitos.
      Basta entender que são duas palavras, portanto devemos analisá-las separadamente:
      . for.ta.le.cê = oxítona terminada em E (tal qual: bebê)

      Já “ór.gãos” é paroxítona terminada em ditongo.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  32. #61 por ricardo em 1 de junho de 2017 - 13:28

    Bom dia, parabéns pelo site, de excelente ajuda. Gostaria, que se possível, explicasse estas duas questões abaixo:
    39. (CESPE) A ocorrência de hiato justifica o emprego do acento agudo nas vogais i e u nas palavras “construída”
    e “conteúdos”.
    40. (CESPE) As palavras “providências” e “fortalecê-los” recebem acento gráfico com base em regras gramaticais
    diferentes.

    Curtir

    • #62 por Joao Bolognesi em 2 de junho de 2017 - 18:02

      Ricardo,

      na questão 39, temos a regra das vogais I e U, acentuadas quando tônicas, na separação silábica ficam sozinhas ou com -S e antecedidas de outra vogal. E é isso que ocorre em:
      . cons.tru.í.da = vogal I tônica, na separação silábica fica sozinha e antecedida de outra vogal
      . con.te.ú.dos = vogal U tônica, na separação silábica fica sozinha e antecedida de outra vogal

      A questão 40 foi recordista em dúvida, devido à novidade de ter que analisar “fortalecê-los”.
      Basta entender que são duas palavras, portanto devemos analisá-las separadamente:
      . for.ta.le.cê = oxítona terminada em E (tal qual: bebê)

      Continue praticando.
      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  33. #63 por Gina em 3 de agosto de 2017 - 20:03

    Professor,
    a palavra “ideia” perde o acento de acordo com o novo acordo ortográfico, correto?
    Seria devido ao ditongo decrescente “ei”?
    Isso ocorreu com todas as palavras nessa mesma situiação?

    Abs

    Curtir

    • #64 por Joao Bolognesi em 4 de agosto de 2017 - 00:19

      Gina, sim.
      Segundo a nova ortografia (iniciada no Brasil desde 2009), os ditongos “éi”, “ói” e “éu” deixam de ser acentuados na penúltima sílaba.
      Por isso, não há mais acento em: i.dei.a, ge.lei.a, Co.rei.a, boi.a, a.poi.a,…
      Mas, na última sílaba, tais ditongos continuam a receber o acento: pas.téis, ho.téis, cons.trói, re.mói, he.rói, fa.róis, céu, cha.péu…
      Abraços.

      Curtir

  34. #65 por ELIANA FERREIRA em 14 de agosto de 2017 - 23:25

    Boa noite professor. Sou sua aluna no Damásio em Rio Branco. Estou com dúvida na questão 15. Parabéns pelas aulas! Estou gostando muito!!!

    Curtir

  35. #67 por ELIANA FERREIRA em 14 de agosto de 2017 - 23:30

    Professor, a palavra “imóveis”, é uma paroxítona ou proparoxítona? Acho que é uma paroxítona terminada em “í”, mas estou com dúvida!

    Curtir

    • #68 por Joao Bolognesi em 25 de agosto de 2017 - 19:24

      Eliana,

      temos nesta palavra uma paroxítona terminada em ditongo.

      Quanto à dúvida de ser paroxítona ou proparoxítona, explico isso em: https://joaobolognesi.com/category/acentuacao/
      Também é dúvida recorrente nos comentários de https://joaobolognesi.com/2016/01/28/acentuacao-cespe/

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

      • #69 por Suzane em 16 de março de 2018 - 00:22

        Professor, aproveitando a dúvida da colega, a regra que determina a acentuação de paroxítonas terminadas em ditongo não se refere, especialmente, a ditongos crescentes (semivogal + vogal)? Observo que i.mó.véis é terminado em ditongo decrescente (vogal + semivogal).
        A propósito, “i” e “u” sempre serão semivogais?

        Obrigada

        Curtir

      • #70 por Joao Bolognesi em 19 de março de 2018 - 01:40

        Suzane, ambos os ditongos são acentuados na regra das paroxítonas. O “I” e o “U” podem ser vogais ou semivogais, a depender da formação da sílaba.

        O conceito de semivogais ocorre nos ditongos e tritongos.
        Em “ele sai” temos ditongo, “a” vogal / “i” semivogal.
        Em “eu saí” temos hiato, “a” vogal / “í” vogal.

        Abraços.

        Curtir

  36. #71 por Gina em 16 de agosto de 2017 - 20:02

    Obrigada, professor!!
    Suas aulas são excelentes!! Está de parabéns.
    Abs

    Curtido por 1 pessoa

  37. #72 por Júlia em 18 de agosto de 2017 - 16:50

    Boa tarde, professor.
    Adoro suas aulas e seu material está excelente.
    Fiquei com uma dúvida na questão 13, se puder me ajudar ficarei grata.

    Abraços

    Curtir

    • #73 por Joao Bolognesi em 25 de agosto de 2017 - 13:31

      Julia,
      a questão está errada, pois “hifens” não é uma exceção, ela não deve ser acentuada.
      As paroxítonas terminadas em:
      . EM – não são acentuadas = jovem, nuvem, item, batem…
      . ENS – não são acentuadas = jovens, nuvens, itens, hifens, polens, abdomens…
      . EN – são acentuadas = hífen, pólen, abdômen, hímen, Éden…

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  38. #74 por Aline em 9 de setembro de 2017 - 13:58

    O melhor Professor que já tive…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: