Revisão de Crase – CESPE

à

Clique aqui => Revisão de crase CESPE

Anúncios

  1. #1 por Eduarda em 23 de março de 2016 - 19:55

    Professor a oração da questão 79 retirando a crase: “A invenção e a difusão da técnica da escritura, somadas a compilação de costumes tradicionais, proporcionaram os primeiros códigos da Antiguidade”. Está gramaticalmente correta? No entanto ao retirar a crase ocorre alteração de sentido e por isso a questão está errada?

    Nesse mesmo raciocínio a questão 52 se dissesse sem prejuízo da correção gramatical E DO SENTIDO, ela passaria a estar errada?: “Ainda hoje, as respostas às necessidades educacionais incluem a busca de tecnologias.”
    No trecho “às necessidades”, o termo sublinhado pode, sem prejuízo para a correção gramatical do período, ser substituído por “a”.

    Obrigada!!

    Curtido por 1 pessoa

    • #2 por Joao Bolognesi em 23 de março de 2016 - 20:10

      Eduarda, a pergunta é se é facultativo: “O emprego do sinal indicativo de crase no trecho ‘somadas à compilação de costumes tradicionais’ é
      facultativo”. Tal afirmação (ser facultativo) é o erro. O gabarito é “errado”, pois o acento não é facultativo.
      Quanto à 52, perfeito. Se retiro o artigo, no caso em análise, mudo o sentido.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

      • #3 por Ana Paula em 15 de abril de 2016 - 22:34

        Boa noite professor !
        Na questão 62 ela esta errada por que o que determina o uso da crase é “favorável”?
        obrigada!

        Curtido por 1 pessoa

      • #4 por Joao Bolognesi em 16 de abril de 2016 - 01:15

        Ana, exatamente isso.

        Curtir

  2. #5 por Ana Paula em 15 de abril de 2016 - 01:22

    boa noite Professor na questão n° 23 não entendi o que seria empregar a palavra “promoções” de forma determinada, ai não consegui chegar uma conclusão . o senhor poderia me explicar o que significa essa expressão usada pela banca?
    obrigada!

    Curtido por 1 pessoa

    • #6 por Joao Bolognesi em 15 de abril de 2016 - 02:37

      Ana,
      a banca foi dissimulada. Ela falou uma coisa e fez outra.

      Para determinar “promoções”, haveria necessidade de inserir o artigo plural “as”, algo que não se fez na prática, como se nota no “a” sem “s” do enunciado: “o uso do artigo
      obrigaria o emprego do sinal indicativo de crase para se obter ‘à’.”
      Errado!!
      Estaria correto se fosse: “às”.

      “são menos suscetíveis a promoções”
      #
      “são menos suscetíveis às promoções”

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

      • #7 por Ana Paula em 15 de abril de 2016 - 21:20

        Entendi.
        obrigada professor!

        Curtido por 1 pessoa

  3. #8 por rafael em 18 de abril de 2016 - 18:28

    Olá professor, boa tarde.
    Por que na questão 54, “….contrário à prática referida” não cabe o sinal indicativo de crase?
    Julguei a questão como correta…

    54. (CESPE) Julgue o trecho (correto ou errado).
    O deputado explicou por que era contrário à prática referida e citou o princípio constitucional da
    igualdade dos cidadãos perante às leis.

    Obrigado
    Rafael

    Curtido por 1 pessoa

    • #9 por Joao Bolognesi em 19 de abril de 2016 - 01:52

      Rafael,
      o erro está um pouco à frente. Após a palavra “perante”, não se usa preposição e, por isso, não ocorre crase. Em “perante as leis”, o acento grave é proibido.

      Abraços.

      Curtir

      • #10 por rafael em 19 de abril de 2016 - 17:17

        Boa tarde professor.
        Ok. Entendido.
        Obrigado pelo breve retorno.
        Abraços,
        Rafael

        Curtido por 1 pessoa

  4. #11 por Gabriela em 21 de abril de 2016 - 19:18

    Boa tarde professor,

    A questão 49 está errada porque justifica-se a crase pelo gênero do substantivo “luta” e não pelo gênero do substantivo “classe”?

    Não entendi a questão 64

    A crase está correta na questão 69: “Sabemos hoje que a globalização e a tecnologia de Internet não aproximam e, ao contrário, podem até
    mesmo distanciar as diferenças na renda dos países mais pobres em relação à dos países mais ricos.”? Não entendi o motivo.

    Muito obrigada!!

    Curtir

    • #12 por Joao Bolognesi em 22 de abril de 2016 - 00:36

      Gabriela,
      49 => as duas afirmações estão erradas; só “incitamento” exige preposição e é “luta” que vem com artigo.
      64 => troca-se uma palavra que repele artigo (quem) por uma que vem com artigo (pessoa) / o verbo “oferecer” rege preposição em ambas as construções.
      69 = no trecho, há a palavra “renda” subentendida: “em relação à [renda] dos países mais pobres”; se trocar pleo masculino, ficaria: “as diferenças no rendimento dos países mais pobres em relação ao [rendimento] dos países mais pobres”.

      Qualquer dúvida persistente, faça contato.

      Curtir

  5. #13 por Max em 28 de abril de 2016 - 08:18

    Olá professor, bom dia!

    Por qual razão a questão 74 está errada?

    -Julgue o emprego do sinal indicativo de crase-

    74. (CESPE) Ao constatar que, analisando à contraface da folha, existiam as partes da figura humana à mostra, a criança conseguiu desvendar à incógnita do desconserto do mundo.

    Curtido por 1 pessoa

    • #14 por Joao Bolognesi em 28 de abril de 2016 - 17:53

      Max, temos nesta alternativa dois verbos que não exigem preposição A e, por isso, não há crase: analisar algo; desvendar algo.
      O correto é “analisando as partes” e “desvendar a incógnita”.
      Caso se usasse uma palavra masculina, logo se perceberia somente a presença do artigo: “analisando os elementos” e “desvendar o mistério”.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

      • #15 por Max em 28 de abril de 2016 - 19:35

        Entendi. Muito obrigado!

        Curtir

  6. #16 por Lisandra Araújo Rufino em 7 de maio de 2016 - 11:18

    Professor João, obrigada pelo material e pela ajuda!

    Curtir

  7. #17 por Edgard Aparecido Mamede em 10 de maio de 2016 - 23:30

    4. (CESPE) “Desqualificar moralmente o outro significa não vê-lo como um agente autônomo e criador potencial de normas éticas ou como um parceiro na obediência a leis partilhadas e consentidas”
    Não ocorre o sinal indicativo de crase em “a leis” por não estar aí empregado o artigo definido feminino.
    Professor porque não posso considerar o A como um artigo definido feminino
    julguei que nao foi colocado crase em virtude da palavra após o artigo a estar no plural
    Mais uma vez agradeço

    Curtir

    • #18 por Joao Bolognesi em 11 de maio de 2016 - 21:21

      Edgard, a manha aí é observar o substantivo “leis”, que está no plural. Caso houvesse o uso do artigo, o “s” seria visível. Note a diferença:
      “obediência a leis” (só preposição)
      #
      “obediência às leis” (preposição + artigo)

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  8. #19 por Edgard Aparecido Mamede em 28 de junho de 2016 - 23:27

    3. (CESPE) “Estudos a respeito de riqueza e pobreza ora dão quitação a classes pela forma quantitativa da
    ordem do ganho econômico, ora pelo grau de consumo na sociedade capitalista…”
    A ausência de sinal indicativo de crase no segmento “a classes” indica que foi empregada apenas a
    preposição “a”, exigida pelo verbo dar, sem haver emprego do artigo feminino.

    Aonde está errada a minha analise
    DÃO QUITAÇÃO (QUEM DÁ DÁ ALGUMA COISA ) NAO CONSIGO VISUALIZAR AONDE TEMOS PREPOSIÇÃO EXIGIDA PELO VERBO DAR
    MAIS UMA VEZ OBRIGADO

    Curtir

    • #20 por Joao Bolognesi em 6 de julho de 2016 - 13:09

      Edgard,

      observe a análise:
      “Estudos…dão quitação a classes”
      estudos = sujeito
      dão = VTDI
      quitação = OD
      a classes = OI

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  9. #21 por Ivone em 29 de junho de 2016 - 23:47

    Professor não entendi a 56, gostaria que vc comentasse também as seguintes questões 66, 67 e 68 onde as mesmas pede para substituir os seguintes termos “ao que” por àquilo que, ” aos que” por àqueles, “ao que” por àquilo.

    Curtir

    • #22 por Joao Bolognesi em 1 de julho de 2016 - 18:39

      Ivone,
      vamos analisar a 56.

      Observe a questão:

      Estaria gramaticalmente correta a seguinte redação do trecho “Em meio a discussões como problemas”: “Em meio às discussões a respeito de problemas”.

      A questão nada pergunta sobre mudança de sentido, mas somente sobre a correção gramatical.

      Para entender a correção desta alternativa, você deve atentar-se ao uso do artigo no substantivo plural “discussões”.
      Uma forma correta de se construir seria SEM artigo: “em meio a discussões”. Temos na frase apenas preposição A, por isso sem acento.
      Outra forma correta de se construir seria COM artigo: “em meio às discussões”. Temos na frase a preposição A exigida pela expressão “em meio a” mais o artigo As que determina discussões, por isso acento obrigatório.

      Perceba que gramaticalmente temos duas formas corretas de escrever esta frase.
      Talvez sua dúvida passe pela mudança de sentido, mas a questão nada fala sobre sentido, só sobre correção gramatical.
      Assim, alternativa correta.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

    • #23 por Joao Bolognesi em 1 de julho de 2016 - 19:08

      Ivone,
      abaixo faço comentário.
      Bons estudos e boa sorte!

      _________________________________

      Nas três alternativas, há um ponto em comum: há exigência da preposição A. Observe:

      66. “semelhante A algo”
      67. “somado A algo”
      68. “intolerância A algo”

      Já a presença do pronome demonstrativo AQUELE(S), AQUELA(S) E AQUILO traz uma lição excepcional, pois é uma palavra que aceita a sobreposição da preposição A, ou seja, pode ocorrer crase no A dos pronomes Aquele, Aquela e Aquilo.

      Assim, da junção da preposição A, exigida em todas as alternativas, mais o A de Aquele, Aquela e Aquilo, surge a crase:

      66. “semelhante àquilo que…”
      (“semelhante A + Aquilo que” = àquilo)

      67. “somado àqueles que…”
      (“somado A + Aqueles que” = àqueles)

      68. “intolerância àquilo que…”
      (“intolerância A + Aquilo que…” = àquilo)

      Curtir

  10. #24 por Edgard Aparecido Mamede em 2 de julho de 2016 - 13:02

    Professor Bom dia
    Dão quitação a classes Estaria correto a seguinte análise
    Quem dá dá algo (QUITAÇÃO) QUITAÇÃO OBJETO DIRETO sem necessidade de preposição
    Quem dá algo dá A alguém (CLASSES) CLASSES OBJETO INDIRETO necessário preposição no nosso caso A
    verbo DAR se torna então um VERBO TRANSITIVO DIREITO E INDIRETO
    MAIS UMA VEZ MUITO OBRIGADO

    Curtir

  11. #26 por Edgard Aparecido Mamede em 2 de julho de 2016 - 13:44

    6. (CESPE) “A capacidade refere-se às combinações alternativas de funcionamentos a partir das quais uma pessoa pode escolher.”
    O acento grave em “às combinações” indica aí a presença do artigo feminino antes do substantivo; mas seria igualmente correto omitir o artigo, ao retirar o acento grave e escrever “as combinações”.
    Professor desculpe se minha duvida parecer tola
    Mas se eu omitir o artigo a frase não ficaria A COMBINAÇÕES haja visto que as preposições são invariaveis e nao AS COMBINAÇÕES COMO A BANCA SUGERE
    PREPOSIÇÃO A + ARTIGO = CRASE
    MAIS UMA VEZ MUITO OBRIGADO

    Curtir

    • #27 por Joao Bolognesi em 6 de julho de 2016 - 13:04

      Edgard,
      raciocínio correto.
      As duas formas gramaticalmente corretas são:
      “refere-se ÀS combinações”
      ou
      “refere-se A combinações”

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  12. #28 por Gabrielle Aguirre em 4 de julho de 2016 - 22:02

    Professor, boa noite!
    Não consegui entender as questões nº 05 e 08. Poderia dar uma breve explicação, por favor!

    Curtir

    • #29 por Joao Bolognesi em 6 de julho de 2016 - 12:54

      Gabrielle,

      vamos reler a questão 5:

      5. (CESPE) “O regime trabalhista, ao adotar estratégias de proteção à saúde do trabalhador, institui mecanismos
      de monitoração dos indivíduos, visando a evitar ou identificar precocemente os agravos à sua saúde”
      Não se usa o acento grave na preposição a, logo depois de “visando”, porque o verbo “evitar” não
      admite o artigo definido feminino.

      Alternativa correta, pois o verbo na forma do infinitivo , que é o caso de “evitar”, não é usado com artigo feminino jamais. Devido a essa situação, antes de infinitivo a crase (junção de preposição A + artigo definido A) é impossível. Em “visando a evitar”, temos apenas uma solitária preposição A.

      Agora observe a 8:

      8. (CESPE) “Em contraposição a essa noção, Kant defende que o espaço e o tempo são dimensões básicas que
      possibilitam todo e qualquer conhecimento, intrínsecas ao ser humano enquanto ser cognoscente.”
      A preposição em “ao ser humano” é exigida pelo adjetivo “intrínsecas”; por isso, a preposição teria de
      ser mantida no caso da substituição do artigo por “qualquer”, escrevendo-se “a qualquer ser humano”.

      Alternativa correta. O pronome indefinido “qualquer” repele artigo definido. Na frase original, “intrínsecas ao ser humano”, temos o artigo definido “o”. Com a inserção do “qualquer”, imediatamente o artigo deve ser excluído: “intrínsecas a qualquer ser humano”. O que resta é apenas a preposição A.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  13. #30 por Gustavo Sorgi em 2 de setembro de 2016 - 23:47

    Salve professor. Sou aqui da cidade de Londrina – PR e estamos ligados nas suas aulas.

    “Não temos dado muita atenção a uma de nossas mais importantes riquezas nacionais” É gramaticalmente opcional o emprego do sinal indicativo de crase em “a”, mas seu uso tornaria o
    sentido de “atenção” menos genérico e mais especificamente direcionado para “riquezas nacionais”

    Professor, o uso do artigo indefinido UMA não descaracterizaria o uso da crase?
    A transitividade apareça desta forma para mim: – (quem “da” algo…”da” algo A alguém) e necessitaria de preposição e crase.

    Se eu estiver muito errado quanto a transitividade puxe minha orelha, pois sou formado e pós graduado mas mantenho as dificuldades que nunca trabalhei.

    Agradeço a paciência e a disponibilidade.

    UM grande abraço

    Curtir

    • #31 por Joao Bolognesi em 3 de setembro de 2016 - 00:30

      Gustavo,
      a alternativa traz informação errada, pois o acento é proibido e fim! O resto é conversa da banca.
      O verbo dar rege a preposição A, mas o artigo indefinido UMA repele o artigo definido A.

      Abraços a todos!

      Curtir

  14. #32 por Monica em 19 de novembro de 2016 - 22:09

    Professor, pode me explicar os itens 55, 75 e 78 por favor?

    Curtir

    • #33 por Joao Bolognesi em 20 de novembro de 2016 - 19:04

      Mônica,
      a palavra “perante” nunca exige preposição A, portanto nunca haverá crase. Portanto o correto é “perante as empresas”, só artigo “as”.

      A questão 75 é área proibida de crase, pois temos ali masculino e “a” singular seguido de palavra plural. Procure ler: https://joaobolognesi.files.wordpress.com/2016/01/1c2aa-lic3a7c3a3o-de-crase.pdf

      Em 78, não há crase em “Marte”, pois não se usa tal palavra com artigo. Vim de Marte. esteve em Marte. Passou por Marte.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  15. #34 por Lucas Sales em 22 de fevereiro de 2017 - 02:28

    ” Visando o aperfeiçoamento técnico de notários e registradores e a reciclagem de prepostos e profissionais que atuam na área”

    Professor, qual o motivo de a palavra “reciclagem” não receber crase, visto que o verbo visar no sentido de objetivar é VTI e a palavra reciclagem é feminina, ou seja, quem visa(objetivar), visa a algo + artigo definido feminino a de a reciclagem?

    Peguei essa questão do site: http://www.portuguesxconcursos.com.br/2013/02/crase-exercicios-com-gabarito-resolvidos.html
    Questão 7

    Curtir

    • #35 por Lucas Sales em 22 de fevereiro de 2017 - 02:38

      Ora, se o verbo “visar” é VTI, ele exige a preposição a. Então essa questão já estaria errada ao colocar ” Visando o aperfeiçoamento”, pois o correto seria ” Visando ao aperfeiçoamento”
      Estou correto?

      Curtir

    • #36 por Joao Bolognesi em 24 de fevereiro de 2017 - 13:46

      Lucas,
      o trecho original trouxe falhas de regência, como você bem notou. O correto era com a preposição A em ambos.

      Por isso, ao ler a questão, apesar de trocar algumas palavras, é exatamente na perspectiva da crase que a banca foca:

      “As passagens ‘o aperfeiçoamento técnico’ e ‘a reciclagem’ podem ser substituídas, respectivamente, no contexto, por ‘à qualificação técnica’ e ‘ao aprimoramento’.”

      Original com falha
      “Visando o aperfeiçoamento técnico de notários e registradores e a reciclagem de prepostos e profissionais que atuam na área”

      Troca proposta pela banca (corretíssima)
      “Visando à qualificação técnica de notários e registradores e ao aprimoramento de prepostos e profissionais que atuam na área”

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  16. #37 por Lucas Sales em 28 de fevereiro de 2017 - 23:40

    Muito obrigado pelo seu esclarecimento João! Sou seu aluno do Damásio de Fortaleza. Acompanho suas aulas de preparação pra PF através das aulas telepresenciais. Você é um excelente profissional!

    Curtido por 1 pessoa

  17. #38 por Mayra Mattos em 6 de março de 2017 - 12:05

    Bom dia, professor.
    Estou super contente porque errei 5 questões de 80, suas aulas e o material me ajudaram muito.
    Pode me ajudar com as 5 questões? São elas: 49, 52, 69, 71 e 80.

    49)O emprego do sinal indicativo de crase em “à luta de” se deve pelo fato de ser uma locução feminina?

    52) Essa questão está correta, ou seja, não há prejuízo para a correção gramatical substituir “às necessidades” por “as necessidades”? Eu não entendi, pois acho que o sentido da frase muda e a questão afirma que não muda, uma vez que está correta.

    69) A palavra que está subentendida é “renda”? Se for, então vou entender a questão.

    71) Não entendi o motivo do uso da crase em “‘Às vezes”. O que justifica o uso desse acento?

    80) O item (II) em “…à qual o ator aderira…” está correto e não entendi o motivo dessa crase.

    Muito obrigada.
    Mayra

    Curtir

    • #39 por Joao Bolognesi em 16 de março de 2017 - 20:27

      Mayra,

      seguem os comentários

      49)O emprego do sinal indicativo de crase em “à luta de” se deve pelo fato de ser uma locução feminina?
      Não. É o substantivo “incitamento”.

      52) Essa questão está correta, ou seja, não há prejuízo para a correção gramatical substituir “às necessidades” por “as necessidades”? Eu não entendi, pois acho que o sentido da frase muda e a questão afirma que não muda, uma vez que está correta.
      A questão nada fala sobre sentido. O julgamento é sobre a correção gramatical e “respostas a necessidades” é também uma formação correta.

      69) A palavra que está subentendida é “renda”? Se for, então vou entender a questão.
      Sim. Subentende-se “renda”.

      71) Não entendi o motivo do uso da crase em “‘Às vezes”. O que justifica o uso desse acento?
      Trata-se de uma locução feminina, tal qual: à direita, à moda de, à direita, à frente de, à revelia, à disposição, à espera de, à espreita de, à beira de… São expressões fixas e, em geral, com valor adverbial.

      80) O item (II) em “à qual o ator aderira” está correto e não entendi o motivo dessa crase.
      O pronome relativo “a qual” vem com artigo; “aderir” exige preposição: “aderir a algo”.

      Curtir

  18. #40 por matheus_stefanello@hotmail.com em 6 de março de 2017 - 16:02

    Bom dia professor,
    Na questão 62, “… pela primeira vez manifestava-se favorável à melhoria das condições …”

    A existência da crase se da pela expressão feminina ?ou há alguma regência ??

    Curtir

    • #41 por Joao Bolognesi em 16 de março de 2017 - 15:13

      Matheus,
      o adjetivo “favorável” exige preposição: “favorável A algo”.
      No masculino, temos: “favorável ao crescimento”, portanto “favorável à melhoria”.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  19. #42 por Adriano Camila Benetti em 13 de março de 2017 - 00:42

    Boa Noite Professor Joao Bolognesi! abaixo uma questão da UFPR- COPEL 2015;
    Por favor, comente a questão, pois não consegui encontrar a resposta na área proibida da crase, e nem nas situações especiais de uso da crase. segue :

    copel 2015- ufpr.
    O acento grave, em português, é indicativo de crase, um processo de fusão de duas vogais, especificamente quando se trata de uma preposição “a” e um artigo definido “a”.

    -Com base nessa afirmação, assinale a alternativa que contenha o uso correto.

    a- Ele foi de sim à não muito rapidamente.
    b- Seus pais lhe ensinaram à não mentir para ninguém.
    c- Propunha, como saída ao problema, à não emissão de novos títulos de capitalização.
    d- Os produtos serão taxados na fonte devido à não devolução dos impostos.
    e- Por indicação do departamento médico, o técnico preferiu à não escalação do atleta.
    Fim

    Desde já, muito obrigado!

    Adriano e Camila- Curso Reta final Damásio- Tj-PR

    Curtir

    • #43 por Joao Bolognesi em 16 de março de 2017 - 15:12

      Olá, Adriano e Camila,

      observem os comentários:

      a- Ele foi de sim à não muito rapidamente.
      Quando usamos a expressão “DE….A…..”, como em “DE norte A sul”, é fundamental observar se no primeiro elemento (no DE) há o uso do artigo ou não, pois isso reflete no trecho com a preposição A.

      Se usamos apenas DE simples, só preposição, no trecho seguinte também temos apenas preposição A: “DE norte a Sul”, “de segunda a sexta”. “de plebeia a rainha”.
      São casos em que só se usa preposição e isso deve ser entendido com base no DE, sem artigo.

      Quando, porém, usamos com artigo no primeiro, isso se estende ao trecho seguinte: “DO prato principal À sobremesa”, “DO prédio À empresa”, “Da zona rural À cidade”.

      Por isso, na questão temos: “DE sim A não”, sem artigo.
      Além disso, temos palavras que seriam masculinas e, com o uso do artigo, assim ficariam: “DO sim AO não”.
      Conclusão: crase impossível.

      b- Seus pais lhe ensinaram à não mentir para ninguém.
      Área proibida, “mentir” infinitivo.

      c- Propunha, como saída ao problema, à não emissão de novos títulos de capitalização.
      Objeto direto, verbo não exige preposição, portanto sem crase.

      d- Os produtos serão taxados na fonte devido à não devolução dos impostos.
      Alternativa correta!!!!
      A expressão “devido a” exige preposição A; na sequência temos o substantivo “devolução”, substantivo, feminino.
      Se fizéssemos a troca por masculino, teríamos: “devido à não devolução” / “devido ao não compromisso”.

      e- Por indicação do departamento médico, o técnico preferiu à não escalação do atleta.
      Objeto direto, verbo não exige preposição, portanto sem crase.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  20. #44 por JESSICA em 29 de maio de 2017 - 22:58

    Boa noite professor. Por gentiliza, pode me explicar o motivo da 73 estar errada?

    73. (CESPE) Aspirava à participar das atividades científicas do pai àquela criança esperta.

    Obrigada

    Curtir

    • #45 por Joao Bolognesi em 2 de junho de 2017 - 17:47

      Há duas falhas:

      . antes de infinitivo nunca se usa artigo feminino e, por isso, nunca ocorre a junção, a crase: “aspirava a participar”;

      . em “aquela criança” não cabe o acento grave, pois tal termo funciona como sujeito, fato que só se constata depois de se observar qual é a ordem direta da construção: “Aquela criança esperta aspirava participar das atividades científicas do pai.”

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  21. #46 por Ventura em 16 de outubro de 2017 - 16:58

    Questão 70. Assinalar a opção incorreta.

    Gabarito: Letra B – Presidente sírio pede ajuda do Parlamento para vencer à corrupção.

    Dúvida: Letra E – Poço na bacia de Campos leva Petrobrás à maior jazida já descoberta

    leva – alguém… a algo / leva – algo… a alguém.
    Correto essa análise? Obrigado!

    Curtir

    • #47 por Joao Bolognesi em 1 de dezembro de 2017 - 17:58

      Ventura,

      o verbo vencer é VTD, não exige preposição, vencer algo “para vencer o corrupção / para vencer o ilícito”.

      Na outra, temos a seguinte sintaxe:
      Poço na bacia de Campos leva Petrobrás à maior jazida já descoberta
      . Poço na bacia de Campos = sujeito
      . leva = VTDI
      . Petrobrás = OD
      . à maior jazida já descoberta = OI

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  22. #48 por Aline em 10 de março de 2018 - 14:13

    Olá professor, gostaria que me tirasse algumas dúvidas se possível.
    Aproveito para parabenizá-lo, suas aulas são ótimas e você tem um jeito especial de nos ensinar e nos motivar. Obrigada!!! 🙂

    70. (CESPE) Quanto ao uso do sinal indicativo de crase, assinale a opção incorreta.
    a) Carter acusa Israel de criar empecilhos à consecução da paz.
    b) Presidente sírio pede ajuda do Parlamento para vencer à corrupção.
    c) PDC chileno exige fim dos obstáculos à democratização.
    d) Itália pede à Alemanha extradição de nazistas.
    e) Poço na bacia de Campos leva Petrobrás à maior jazida já descoberta

    Não consegui entender esta questão.
    Por que as outras alternativas têm crase?
    Após sua explicação no blog entendi o motivo da letra “b” ser a opção a ser assinalada, mas não entendi as outras.

    42. (CESPE) “O investimento leva também a uma diminuição de 80% dos resíduos.”
    Em “a uma diminuição” o “a” é uma preposição exigida pela palavra “investimento”.

    resposta:errado

    Levar algo a alguém: VTDI
    O investimento=OD
    Uma diminuição de 80% dos resíduos=OI
    o que é o “a”?

    47. (CESPE) “A capital dá exemplo, também, às empresas privadas controladoras de pequenas centrais elétricas
    e de projetos de biomassa…” O emprego de sinal indicativo de crase em “às empresas” justifica-se pela regência de “capital” e pela presença de artigo definido feminino singular.

    resposta:errado

    dar algo a alguém: VTDI
    exemplo:OD
    As empresas:OI
    justifica-se pela regência de dar?

    Professor eu me confundo quando a banca mistura regência nominal nas questões de crase. Tem algo que eu possa fazer para tentar identificar e não errar?

    obrigada

    Curtir

    • #49 por Joao Bolognesi em 11 de março de 2018 - 18:34

      Aline, acompanhe as respostas:

      70. (CESPE) Quanto ao uso do sinal indicativo de crase, assinale a opção incorreta.
      a) Carter acusa Israel de criar empecilhos à consecução da paz.
      b) Presidente sírio pede ajuda do Parlamento para vencer à corrupção.
      c) PDC chileno exige fim dos obstáculos à democratização.
      d) Itália pede à Alemanha extradição de nazistas.
      e) Poço na bacia de Campos leva Petrobrás à maior jazida já descoberta

      Não consegui entender esta questão.
      Por que as outras alternativas têm crase?
      Após sua explicação no blog entendi o motivo da letra “b” ser a opção a ser assinalada, mas não entendi as outras.

      Resposta – Trata-se de uma questão em que a regência exige preposição A.
      a) criar / algo / empecilhos / A alguém / à consecução da paz.
      c) obstáculos / A algo / à democratização.
      d) pede / A alguém / à Alemanha / algo / extradição de nazistas.
      e) leva / alguém / Petrobrás / A algo / à maior jazida já descoberta
      Na alternativa B não há crase, pois o verbo não exige preposição.

      42. (CESPE) “O investimento leva também a uma diminuição de 80% dos resíduos.”
      Em “a uma diminuição” o “a” é uma preposição exigida pela palavra “investimento”.
      resposta:errado
      Levar algo a alguém: VTDI
      O investimento=OD
      Uma diminuição de 80% dos resíduos=OI
      o que é o “a”?
      Resposta – Preposição A

      47. (CESPE) “A capital dá exemplo, também, às empresas privadas controladoras de pequenas centrais elétricas
      e de projetos de biomassa…” O emprego de sinal indicativo de crase em “às empresas” justifica-se pela regência de “capital” e pela presença de artigo definido feminino singular.
      resposta:errado
      dar algo a alguém: VTDI
      exemplo:OD
      As empresas:OI
      justifica-se pela regência de dar?
      Resposta – Perfeito

      Professor eu me confundo quando a banca mistura regência nominal nas questões de crase. Tem algo que eu possa fazer para tentar identificar e não errar?
      Resposta – Deve-se atentar ao termo regente, se é substantivo/adjetivo ou verbo, ou seja, regência nominal ou verbal. A análise exige de nós um pouco de interpretação para perceber os vínculos criados.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  23. #50 por Prys Meira em 26 de julho de 2018 - 20:52

    Professor, respondi a questão 30 como “Certa”. Uma vez que a regência nominal de “acesso” é preposicionada, trocando o substantivo “dados”por “informações”, com a devida concordância, concluí que haveria o emprego do sinal indicativo de crase no referido “a”da questão:
    “…o decreto que facilitava o acesso da Receita Federal a dados bancários protegidos por sigilo”
    Na expressão “a dados bancários”, caso o vocábulo “dados” fosse substituído por informações, seria necessário não somente o ajuste na concordância com “bancários” e “protegidos”, mas também o emprego do sinal indicativo de crase no “a” que antecede a expressão.
    Por que a questão está errada, professor?
    Desde já, obrigada.

    Curtir

    • #51 por Joao Bolognesi em 26 de julho de 2018 - 21:17

      Prys, o resultado da troca seria “acesso a informações”.
      No trecho não se usou o artigo “as”; só há a preposição “a”.
      Se quiser aprofundar o tema, não deixe de ler:
      https://joaobolognesi.com/2016/01/27/1a-licao-de-crase/

      Bons estudos e boa sorte!!

      Curtir

      • #52 por Prys Meira em 26 de julho de 2018 - 23:24

        Verdade professor! Muito obrigada pelo esclarecimento!
        Suas aulas têm feito grande diferença nos meus estudos de “Português”. Continue sendo este profissional leve e brilhante!
        Abraços!

        Curtido por 1 pessoa

  24. #53 por Maria Nascimento em 27 de outubro de 2018 - 19:34

    quando ele diz “seria necessário não somente o ajuste na concordância com” ele não quer dizer o ajuste na concordância seria o artigo do singular para o plural o que ficaria: acesso às informações

    Curtir

    • #54 por Joao Bolognesi em 7 de novembro de 2018 - 21:01

      Maria Nascimento,
      há duas informações relevantes na questão 30:

      – … o ajuste na concordância com “bancários” e “protegidos”…
      A banca informa na questão quais são as palavras relacionadas à concordância.

      – … o emprego do sinal indicativo de crase no “a” que antecede a expressão…
      Perceba que, na questão, a banca cita “a” (sem -s).
      Alternativa errada.

      Abraços.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: