Revisão de Voz Passiva Sintética

letra dado 1

 

Clique aqui => Revisão_Voz passiva sintética

Anúncios

  1. #1 por Diogo Weiss (@DiogoWeiss) em 22 de abril de 2016 - 23:36

    Professor,

    Na questão:

    “Como era de se esperar, com porto, aeroporto e estradas arruinados ou semidestruídos, com a escassez de água, alimentos e remédios, iniciaram-se ondas de saques”
    Mantém-se a correção gramatical do período substituindo-se o termo “iniciaram-se” pela expressão “foram iniciados”

    Gabarito: E

    O erro da questão está na concordância do gênero masculino “foram iniciados” que deveria estar no feminino para concordar com “ondas de saques” (foram iniciadas)??

    Forte abraço,

    Curtir

  2. #3 por Max em 29 de abril de 2016 - 08:45

    Professor,

    Na questão:

    11. (CESPE) “Vai-se concentrando em apenas dois segmentos —agropecuária e mineração— a competitividade dos produtores nacionais.”
    A substituição de “Vai-se concentrando” por “Vai sendo concentrado” mantém a correção gramatical do período. Gabarito: ERRADO

    A questão está errada pelo motivo de ser “P.I.S”?

    Curtido por 1 pessoa

    • #4 por Joao Bolognesi em 29 de abril de 2016 - 12:34

      Max,
      o problema é que, ao passar para a voz passiva analítica, o particípio concorda com o sujeito “competitividade”, exigindo o feminino. Acompanhe:

      . Voz passiva sintética: “Vai-se concentrando…a competitividade…”

      . Voz passiva analítica: “a competitividade vai sendo concentrada…”

      => da sintética para a analítica: sai o SE e entra o SER (mais os ajustes necessários).

      O erro foi a falta da concordância. Na questão está “vai sendo concentradO” e o correto é “vai sendo concentradA”.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

      • #5 por Max em 29 de abril de 2016 - 19:16

        Obrigado, professor. O senhor é 1000!!!

        Curtido por 1 pessoa

  3. #6 por Camila em 17 de agosto de 2016 - 23:22

    Professor, na questão 64: “Já nessa época, os notários (que redigiam os contratos) eram obrigados a exigir certidões dos teminai (responsáveis pelos registros) para que se pudesse dispor de imóveis”, qual é a função do “se”?

    Curtir

    • #7 por Joao Bolognesi em 20 de agosto de 2016 - 13:01

      Camila,
      seleciono a parte que interessa para a análise da questão:

      “para que se pudesse dispor DE imóveis”.

      –…se pudesse dispor DE algo = VTI + OI
      – “de imóveis” = OI
      – Estrutura do sujeito indeterminado: VTI-se + OI
      – SE = índice de indeterminação do sujeito (ÍIS)

      O verbo não pode concordar com “imóveis”.
      A preposição é a garantia disso.

      Embora o pronome “se” esteja distante de “dispor”, o “se” funciona como ÍIS, pois o verbo é VTI.

      Reveja a dúvida e, qualquer novidade, faça contato.
      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  4. #8 por priscila paulino em 18 de agosto de 2016 - 19:10

    Professor na questão
    46. (ESAF) Ante a hegemonia da soja no grupo das culturas produtoras de óleo, perguntam-se sobre as possibilidades de crescimento das demais espécies.
    O que justifica o singular?

    Curtir

    • #9 por Joao Bolognesi em 20 de agosto de 2016 - 12:54

      Priscila,
      seleciono o que seria imprescindível para a análise da questão:

      “perguntam-se sobre as possibilidades”.

      – pergunta-se SOBRE algo = VTI-se + OI
      “sobre as possibilidades” = OI
      Estrutura do sujeito indeterminado: VTI-se + OI

      O verbo não pode concordar com “possibilidades”.
      A preposição é o segredo.

      Reveja a dúvida e, qualquer novidade, faça contato.
      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  5. #10 por Paulo Lira em 30 de agosto de 2016 - 12:18

    Professor, gostaria de entender como funciona a voz passiva com objeto direto preposicionado obrigatório como nas frases: ” O salva-vidas observou a nós na piscina”, ” Ela é a mulher a quem eu amo”, “Enganou ao aluno o professor”.

    Curtir

    • #11 por Joao Bolognesi em 1 de setembro de 2016 - 12:19

      Paulo,
      pode ocorrer, apesar de limitado, o objeto direto com preposição, situação que pode afetar algumas transformações.

      Com certeza, tal dúvida por você enviada faz parte de nossas hipóteses, de nossas livres reflexões na teoria, o que é um fato positivo, pois muitas vezes antecipa algo novo na prova. Na prática (em uma questão de prova, por exemplo), nunca me deparei com tal situação nem li algum comentário de um gramático.

      Na oração “O salva-vidas observou a nós na piscina”, para mim, caberia a transformação tranquilamente, pois nos pronomes pessoais há a mudança de caso oblíquo para caso reto, o que contorna o problema: “Nós formos observados pelo salva-vidas na piscina”.

      Já na oração com o pronome relativo “quem” a transformação fica prejudicada, devido às limitações desse tipo de pronome. No português, não se usa o pronome relativo “quem” como sujeito. É um problema no pronome “quem”, e não na voz passiva. Por isso, a frase “Ela é a mulher a quem eu amo” não produz voz passiva.

      Vale destacar que “quem”, quando não retoma um antecedente, é geralmente pronome indefinido e daí a voz passiva está liberada:
      Ela viu quem chegou.
      Quem chegou foi visto por ela.

      Abraços,
      João Bolognesi

      Curtir

  6. #12 por Gabriela em 8 de novembro de 2016 - 16:48

    Professor, estou com dúvida nas seguintes questões:

    2. (ESAF) Em “O relacionamento com o mercado era avaliado”, a transformação da voz passiva analítica para
    sintética corresponde a: “Avaliou-se o relacionamento com o mercado”.

    3. (ESAF) Na Carta de Pero Vaz de Caminha, escrita a el-rei D. Manuel, observam-se melhor as obsessões dos
    portugueses.”
    No texto, a estrutura da voz passiva em “observam-se” equivale a “foram observados”

    10. (CESPE) “No século XIX, enfatizou-se, nos mais diversos domínios, a busca de explicações sobre as origens — dos homens, das sociedades, das nações.”
    Atenderia à prescrição gramatical o emprego, da forma verbal “foi enfatizada”, em vez de “enfatizou-se”.

    Obrigada

    Curtir

    • #13 por Joao Bolognesi em 20 de novembro de 2016 - 19:14

      Gabriela,
      na questão 2, o erro é o tempo verbal, pois “era avaliado” equivale a “avaliava-se” (pretérito imperfeito do indicativo).
      Na questão 3, o erro é o tempo novamente, pois “observam-se” equivale “são observados” (presente do indicativo).
      Na questão 10, a troca está correta.

      Bons estudos e boa sorte.

      Curtir

  7. #14 por Monica em 23 de novembro de 2016 - 21:12

    Professor, não entendi a questão 8 (achei que fosse VTI e por isso não seria voz passiva), questões 21 e 63 tbm. Por fim, na letra “d” da 67 queria saber se pode botar “Devem analisar-se” em vez de “Devem-se analisar”

    Curtir

    • #15 por Joao Bolognesi em 26 de novembro de 2016 - 11:31

      Monica,
      na questão 8, “o eventro político deslocou-se” = “o evento político foi deslocado”.
      Na voz passiva, pode haver outros termos (OI, adjunto adverbial…), mas o foco é a estrutura verbal e o sujeito.
      Na 21, seria interessante rever, pois se pede a única que não forma a voz passiva: a) “corresponde-se à expectativa“. Nesta, temos VTI-SE.
      Na 63, “a questão que se coloca” = “a questão que é colocada”. O que talvez tenha contribuído para dificultar seja a presença do pronome relativo.
      Na 67, uso facultativo, ambos corretos.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  8. #16 por Edgard Aparecido Mamede em 8 de janeiro de 2017 - 12:45

    Bom dia professor
    Por favor me tira uma dívuda na questão
    21. (CESGRANRIO) No trecho do Texto I “Introduziram-se as ideias não só de evolução como de revolução.”, o
    verbo concorda em número com o substantivo que o segue.
    O verbo deverá ser flexionado no plural, caso o substantivo destacado que o segue esteja no plural,
    EXCETO em:
    a) Ao se implantar o uso do computador nas salas de aula, corresponde-se à expectativa dos alunos de
    estarem antenados com os novos tempos.
    b) Com o advento dos novos tempos, reafirma-se a tese relacionada à necessidade de mudança.
    c) Defende-se a visão conservadora do mundo com o argumento de que a sociedade não aceita mudanças.
    d) Em outras épocas, valorizava-se a pessoa que não questionava os valores religiosos impostos à população.
    e) No passado, questionava-se a mudança de valores e crenças para não incentivar o caos social.

    Caso esteja no plural expectativa não fere a regra da crase ou seja não existe crase antes de palavra no plural ?

    um grande abraço

    Curtido por 1 pessoa

    • #17 por Joao Bolognesi em 13 de janeiro de 2017 - 20:31

      Edgard,
      é errado o raciocínio de que não há crase antes de palavra no plural.
      Não há crase na formação “a” singular + palavra no plural, como em “Falei a pessoas, falei a mulheres”.
      Caso se use artigo, teremos crase: “Falei às pessoas, falei às mulheres”.

      Quanto à questão, em “corresponde-se à expectativa”, o termo posterior ao verbo é um objeto indireto e, caso o passasse para o plural, o verbo permaneceria no singular.
      A banca objetivava com tal questão a análise de VERBO + SE + OI, diferentemente de todas as outras opções VERBO + SE + SUJEITO (voz passiva sintética).

      Bons estudos e boa sorte,
      João Bolognesi

      Curtir

  9. #18 por Denise Menezes em 11 de fevereiro de 2017 - 21:30

    Ola, professor! Tenho dúvida nesta questão. A resposta certa em B.

    “Acumularam-se violências em todas as áreas da vida”.
    Essa frase do texto está construída em voz passiva pronominal (com o pronome se).
    Assinale a opção que indica a forma correspondente da voz passiva com auxiliar (com o verbo ser).
    a) Eram acumuladas c) São acumuladas e) Seriam acumuladas
    b) Foram acumuladas d) Serão acumuladas

    Curtir

    • #19 por Joao Bolognesi em 13 de fevereiro de 2017 - 23:31

      Denise, perceba que a dificuldade está centrada no tempo verbal.

      O raciocínio é o seguintes: “Acumularam-se” está no pretérito perfeito do indicativo e, entre as alternativas, a forma correspondente é “Foram”, ou seja, verbo “ser” conjugado também no pretérito perfeito do indicativo.

      Portanto: “Acumularam-se violências” equivale a “Violências foram acumuladas”.

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  10. #20 por Lucas Sales em 30 de março de 2017 - 04:27

    Na questão 65
    “Desde 1995, quando o governo encaminhou sua primeira proposta ao Legislativo, o tema é
    debatido e não se chega a uma conclusão. Todos concordam que o sistema tributário brasileiro é repleto de
    distorções e deficiências, porém, quando se aprofunda o debate, os conflitos de interesses aparecem,
    dificultando a aprovação do projeto.”
    Tanto em “se chega” como em “se aprofunda”, o “se” indica indeterminação do sujeito

    Professor, errei essa questão, pois marquei que ele estava certa.
    Pensei assim: 1 – e não se chega a uma conclusão
    Chega é VTI (projeção mental: quem chega, chega a algum lugar)

    2 – quando se aprofunda o debate
    aprofunda é VTI (projeção mental: quem se aprofunda, se aprofunda em algo)
    por isso, marquei como certa a questão.
    Qual foi o meu erro?

    Curtir

    • #21 por Joao Bolognesi em 13 de abril de 2017 - 21:10

      Lugas,
      legal a forma como você procedeu à análise e o único pecado foi fazer uma projeção acrescentando um item que fez toda a diferença.

      O certo é “quem aprofunda, aprofunda algo”, portanto VTD.
      VTD + SE = voz passiva sintética
      “quando se aprofunda o debate” = “quando o debate é aprofundado”

      Você fez uma projeção com o verbo “aprofundar-se” e daí a regência foi para um outro lado: aprofundar-se EM algo”.
      Portanto: aprofundar algo # aprofundar-se em algo.
      Foi uma coincidência, mas o verbo tem mais de uma regência.

      Não se esqueça de ver o que estava efetivamente na prova: “quando se aprofunda o debate”.

      Abraços!

      Curtir

  11. #22 por Natália Lumy em 27 de setembro de 2017 - 16:17

    Prova FCC – analista judiciário – TRT 11ª Região
    10. “Visível a olho nu. Mas não só, uma vez que se trata de um processo que tem sido há décadas acompanhado atentamente, e comprovado a frio reiteradamente, pelas estatísticas censitárias.”

    A única alternativa INCORRETA sobre o trecho acima transcrito, em seu contexto, é:

    (A) A expressão Visível a olho nu, que constitui caracterização da palavra que a antecede, dá oportunidade para que se introduza outro argumento a favor da ideia expressa por notório.
    (B) Se o assunto fosse não um processo, mas “processos”, a correção exigiria a forma “se tratam de processos”.
    (C) O verbo “haver”, na frase, está empregado como indica o seguinte verbete do Dicionário eletrônico Houaiss: transitivo direto [impessoal] ter transcorrido ou ser decorrido (tempo).
    (D) Transpondo a voz passiva presente na frase para a voz ativa, a forma correta a ser grafada é “têm acompanhado”.
    (E) A retirada da vírgula após a palavra reiteradamente prejudica o sentido original da frase.

    Professor, sou aluna do curso do Damásio e ao responder a questão acima, marquei a alternativa “D”, no entanto, ela está correta.
    Primeiro, não consegui localizar a estrutura “ser+verbo no particípio” na oração “tem sido há décadas acompanhado…”. Segundo, equivoquei-me ao pensar que o “acompanhado” era o verbo no particípio. Poderia me ajudar a entender o motivo pelo qual a alternativa está correta?

    Poderia me ajudar também a entender o motivo pela qual a alternativa “B” está incorreta?

    Obrigada.

    Curtir

    • #23 por Joao Bolognesi em 1 de dezembro de 2017 - 18:13

      Natália,

      as provas da FCC são muito exigentes em relação ao domínio da sintaxe e, a depender da prova, há níveis bem distintos de dificuldades.
      Na questão em análise, temos uma voz passiva com três verbos e, por isso, ao regressar à voz ativa, voltarão apenas dois. Observe a análise:

      . “um processo que tem sido há décadas acompanhado atentamente, e comprovado a frio reiteradamente, pelas estatísticas censitárias

      . um processo tem sido acompanhado pelas estatísticas censitárias
      . um processo: sujeito paciente
      . tem sido acompanhado: estrutura verbal na voz passiva analítica
      . pelas estatísticas: agente da passiva

      Voz ativa: as estatísticas têm acompanhado um processo
      Voz passiva analítica: um processo tem sido acompanhado pelas estatísticas

      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

  12. #24 por Prys Meira em 29 de julho de 2018 - 13:13

    Professor, gostaria de uma orientação: como saber qual tempo verbal utilizar na transformação da da voz passiva analítica para a sintética, e vice-versa???

    Como foi o caso do erro da questão 2, o qual não reconheci:
    2. (ESAF) Em “O relacionamento com o mercado era avaliado”, a transformação da voz passiva analítica para sintética corresponde a: “Avaliou-se o relacionamento com o mercado”.

    Curtir

  13. #26 por jessika silva andrade em 14 de agosto de 2018 - 22:20

    Professor não entendi a questão 4. (ESAF) “Como era de se esperar, com porto, aeroporto e estradas arruinados ou semidestruídos, com a
    escassez de água, alimentos e remédios, iniciaram-se ondas de saques”
    Mantém-se a correção gramatical do período substituindo-se o termo “iniciaram-se” pela expressão
    “foram iniciados”. esta errada porque

    Curtir

    • #27 por Joao Bolognesi em 16 de agosto de 2018 - 14:38

      Jessika, houve falha de concordância: “iniciaram-se ondas” = “ondas foram iniciadas”.
      Deve haver concordância com “ondas”.
      Bons estudos e boa sorte!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: